sexta-feira, 24 de julho de 2015

GRATIDÃO



O nascimento de uma criança é sempre uma incógnita para quem a colocou no mundo. O que será que vai ser deste rebento? - é o que imagino meus pais pensando quando eu cheguei aqui na Terra, há 55 anos.
Recebi tanto tanto tanto carinho deles que ficou difícil não retribuir. E a forma como encontrei para fazer isso foi tomando a decisão: vou ser uma boa menina, tirar boas notas na escola, tocar músicas no piano, passar na faculdade, ser uma boa profissional, e tal e tal.
Hoje é meu aniversário e graças ao mundo virtual, pessoas distantes geograficamente estão destinando seu tempo a me desejar muitas bênçãos. É uma "viber" fantástica! Pessoas próximas estão me aquecendo com seus abraços e umidecendo a minha face com suas beijocas. Hoje o telefone tocou mais vezes e a campainha também. Pessoas queridas me desejando "tudebom".
Quero deixar aqui registrado a minha gratidão a Deus, pela vida que tenho, pelos pais amorosos que me paparicam até hoje, pela família linda que construí.
Gratidão pelos amigos que, mesmo longe não me esqueceram, mantendo-me perto de seus corações, suas lembranças. Gratidão por todos os meus amigos, que perto ou longe, entendem minha falta de disponibilidade para paparicá-los como merecem.
Gratidão pelos clientes que acreditaram e acreditam no meu conhecimento, confiam e valorizam o meu profissionalismo, minha garra e vontade em contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional deles e que acaba sendo também o meu.
Gratidão pelos que passaram pela minha vida e dela se desligaram sem motivo, sem briga, sem explicação. Apenas foram embora sem dizer adeus, deixando marcas, interrogações, experiência e às vezes, saudades.
Gratidão pelos que passaram pela minha vida e eu, sem desejar-lhes mal algum, decidi me desligar deles para preservar meus valores e até mesmo minha saúde.
Gratidão pelos conhecidos e desconhecidos que me desafiam a exercitar o perdão.
Gratidão pelos que me fotografam exatamente no momento da minha imperfeição e me mostram a foto, possibilitando-me buscar ser uma pessoa melhor.Gratidão pelos momentos de gargalhada nas poucas festas que posso ir.
Gratidão pelas minhas lágrimas secadas no colo de tanta gente que conseguiu se relacionar comigo como um ser humano normal, sem qualquer cobrança.
Gratidão pelas ausências compreendidas nas festas e reuniões familiares e embora ausente fisicamente, posso dizer que há um momento diário no qual eu me lembro de todos, nas minhas orações.
E por falar em orações, gratidão pela Casa Espírita Fé, Amor e Caridade, que me acolhe semanalmente para que eu possa cumprir minha missão de apoio aos necessitados e estudar as obras que elevam a compreensão sobre os desígnios de Deus.
Gratidão pelas pessoas que gostam de mim como sou e pelas pessoas que não gostam de mim exatamente por eu ser como sou.
Gratidão por você, que conseguiu chegar até o fim deste texto, por se interessar por mim.
Já vivi mais de meio século e estou à vontade para dizer que sinto muito orgulho deste ser imperfeito que sou.
Boas vibrações a todos! Que o Universo continue assim, generoso comigo! Feliz niver for me!