domingo, 23 de dezembro de 2012

FELIZ MUNDO NOVO



FELIZ MUNDO NOVO!

Um dos mais antigos povos da América Central, os Maias, conhecidos até hoje pela sua forma estruturada de entender ciência, história, arte e religião, apontaram 2012 como o fim de um ciclo na Terra. O calendário Maia chama a atenção de filósofos e cientistas, por sua exatidão e mistérios, citando 2012 como um ano de mudanças em nosso planeta. A profecia Maia não fala em fim do mundo, mas em um processo de transformação onde haverá evolução para esferas mais altas, imperando a harmonia.
A Agência Espacial Americana (NASA) divulgou um vídeo, através do cientista Don Yeomans, com respostas às várias teorias que se popularizaram sobre o fim do mundo, tendo em vista o grande número de cartas recebidas, enviadas por crianças e adultos preocupados com os rumores do apocalipse.
Algo parecido ocorreu por ocasião da virada do milênio.  Havia rumores de que o mundo iria acabar no ano 2000. Realmente, aquele mundo acabou, e uma nova era surgiu com a expressiva aceitação da internet e dos avanços tecnológicos. O comportamento humano passou a se adaptar ao “ponto com” e apesar de muitas críticas e resistências, o mundo virtual está aí dando novo perfil para as relações humanas. Crianças usam celulares, adolescentes namoram pelo Messenger, pessoas de todas as idades se comunicam pelo Facebook. Escrevo estas linhas no meu computador e envio o texto para o jornal com apenas um clique no mouse em substituição à máquina de datilografar, que virou peça de museu. Houve, portanto, o fim de “um tipo de mundo” e não o fim do mundo.
Podemos acreditar em uma nova era de esperança e conscientização, que não diz respeito à mudança em nossa Galáxia - esta segue seu ciclo imutável. O que pode e deve mudar é a consciência da humanidade no que concerne à sua evolução e isso começa dentro de cada um de nós.  A atitude do ser humano pode mudar para uma esfera de compreensão e integração nas relações interpessoais e em tudo que se refere ao Universo.
Através de transformações internas, uma nova realidade poderá surgir. Segundo os Maias as transformações e evoluções da consciência alcançarão a comunicação pelo pensamento. É o início da era de luz e transparência. É a renovação da esperança na vida.
Aproveite este tempo para recomeçar. Dê uma nova chance a você. O mundo não acabou, ainda estamos aqui! Mas você pode acabar com as coisas que não fazem bem para você e para a humanidade.  Recomece pelos gestos mais simples, pelas palavras mais fáceis, pelas atitudes aparentemente insignificantes, pelas pessoas com quem você se sente mais à vontade. Faça por você, pela sua evolução e você estará contribuindo para a evolução de todos. Coloque na sua agenda um recomeço por dia, um pensamento diferente, um olhar sem julgamentos, uma leitura descontaminada da realidade.
 Ao invés de fim do mundo, podemos ter o fim do medo. E também o fim do sofrimento, das dores, das mentiras, da falsidade, dos excessos, do desequilíbrio.
Podemos pensar em uma existência sem violência, escassez, ameaças, desigualdades, crises, escândalos, aproximando-nos cada vez mais do amor e da fraternidade. E assim construiremos um mundo no qual brilhará a sua, a minha, a nossa luz! “Porque embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. Feliz mundo novo!

Kátia Ricardi de Abreu
Psicóloga Clínica e Organizacional Diretora da EGO Clínica e Consultoria
17 32332556